Faz-se história na Volvo: XC40 estreia motor de três cilindros

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

Pela primeira vez na sua história, a Volvo terá um motor de três cilindros em linha, denominado T3, que terá igualmente um grande papel no futuro dos sistemas híbridos da marca sueca.

Com estreia prevista para o novo XC40, o SUV compacto com que a Volvo pretende marcar um forte impacto no mercado europeu, este motor tem uma cilindrada de 1.5 litros com tecnologias modernas de injeção direta e de sobrealimentação, fazendo parte da estratégia de motores Drive-E de elevada eficiência da Volvo. Assim, foi também desenvolvido tendo como ideia a sua associação a uma unidade elétrica para a criação de um híbrido Plug-in.

Desenvolvido internamente e produzido na mesma linha do bloco de quatro cilindros (gasolina e Diesel), este T3 a gasolina terá associação a caixa manual de seis velocidades e automática de oito velocidades, embora esta última apenas chegue em meados de 2019

Em termos de potências, a Volvo não adiantou quaisquer números para este seu novo sistema híbrido. A expansão da gama do XC40 irá continuar no futuro não muito distante com a chegada de uma opção elétrica.

“O nosso motor de três cilindros é um desenvolvimento excitante para o XC40 e para a Volvo Cars em geral. Este motor compacto oferece a flexibilidade que precisamos à medida que introduzimos mais opções de motorizações para os clientes do XC40”, referiu Alexander Petrofski, diretor da gama 40 da Volvo Cars. Além dessa variante, estão já garantidas também as opções a gasóleo D3 de 150 CV e a gasolina T4 de 190 CV.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.