Kia reforça aposta elétrica com novo Niro EV

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

Aproveitando a sua presença no Salão de Eletrónica de Consumo (CES) de 2018, que tem lugar em Las Vegas, a Kia revelou o seu mais recente modelo elétrico que se vem juntar ao Soul EV – o Niro EV Concept.

Este automóvel integra-se numa nova visão da marca denominada ‘Sem limites para todos”, ao abrigo da qual a Kia tem em preparação uma série de planos e objetivos em diversas áreas da mobilidade.

Quanto ao Niro EV Concept (que deverá dar origem a um modelo de produção em série já para 2019), este modelo apresenta um visual mais vanguardista, refletindo assim a própria motorização que, de acordo com a marca sul-coreana, tem uma autonomia prevista de 383 quilómetros. Muito do trabalho efetuado na carroçaria teve como objetivo também melhorar a própria eficiência do modelo, reduzindo o atrito aerodinâmico, num esforço que pode ser visto, por exemplo, ao nível das jantes ou dos para-choques. Atrás, porém, existem grandes diferenças, destacando-se os novos farolins com tecnologia LED, para-choques distintos e um portão da bagageira diferenciado.

O protótipo conta com um motor elétrico de 150 kW associado a uma bateria de iões de lítio de 64 kW, podendo a sua autonomia variar entre os 383 quilómetros e os 482 quilómetros, estando este último valor relacionado diretamente com o ritmo de progressão da tecnologia das próprias baterias.

O interior é também um ponto distintivo, apontando para um rumo mais futurista e tecnológico, dispondo, por exemplo, de uma interface ‘homem-máquina’ aperfeiçoada e uma aposta muito forte na condução autónoma, que a Kia descreve como “além da condução autónoma”. Na prática, esta visão compreende uma série de sistemas e atributos que surgem aqui em modo exemplificativo para utilização no futuro, assentando muito sucintamente numa componente reforçada de conectividade. A marca planeia ter este modelo em testes de grande escala a partir de 2019 em estradas públicas, desenvolvendo estes sistemas para uma posterior comercialização a partir de 2021 ao abrigo do projeto-piloto Smart City.

Além dessa intenção expressa pela Kia, outra novidade importante refere-se ao anúncio de que, em 2025, a marca terá 16 modelos eletrificados, incluindo um modelo alimentado a pilha de combustível de hidrogénio (FCEV) que está previsto para 2020.

Também revelada no certame norte-americano, cada vez mais uma montra também para as grandes marcas automóveis, foi a estratégia ‘ACE’, que refere os atributos ‘Autónomo’, ‘Conectado’ e ‘Elétrico/Ecolófico’. “Este é o manifesto da Kia quanto ao seu papel enquanto fornecedor de serviços de mobilidade no futuro. Os consumidores estão hoje limitados pela ideia de que um carro é “apenas um veículo”, mas a Kia está empenhada em providenciar uma solução mais ampla para a mobilidade”, referiu Woong-chul Yang, vice-presidente e responsável do centro de desenvolvimento da Kia.

“Em 2025 teremos um total de 16 motorizações avançadas, com cinco novos híbridos e Plug-in híbridos, cinco novos veículos elétricos e um novo FCEV de produção em massa. Previsto para lançamento em 2020, este FECV vai encabeçar os esforços da Kia para concretizar um futuro da mobilidade com zero emissões”, acrescentou Yang.

Por último, a Kia anunciou também a sua intenção de contar com um serviço de car-sharing ‘WiBLE’ na Europa já em 2018, depois de ter surgido inicialmente na Coreia do Sul no ano passado.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.