O número de autocarros elétricos vai triplicar nos próximos sete anos e ultrapassar o milhão de unidades em funcionamento até 2025. Esta é a previsão de um relatório publicado pela Bloomberg, que aponta para a expansão rápida da eletrificação dos transportes públicos em todo o mundo.

Em 2017, estavam no ativo nada menos que 387 mil autocarros com propulsão elétrica. O crescimento rápido deste tipo de veículo tem acontecido essencialmente na China, onde há a necessidade de reduzir rapidamente a acumulação de dióxido de carbono na atmosfera das grandes cidades. Até 2025, a China deverá ter em funcionamento uma rede 99 por cento elétrica.

Com o interesse do mercado chinês nos autocarros elétricos, estes deverão saltar dos 387 mil atuais para 1,2 milhões de veículos do género em funcionamento em todo o mundo. Isto significa que, em 2025, 47 por cento da frota de autocarros deverá funcionar sem emissões poluentes. Fora da China, as principais metrópoles mundiais deverão contribuir para este esforço, incluindo Nova York, Los Angeles, Paris e Londres.