Cinco das cem cidades de menor impacto ambiental, em termos energéticos, estão em Portugal. Estas cinco localizadas fazem parte de um grupo de 570 que revelam os seus dados de produção e consumo energético à CDP Worldwide, uma organização não-governamental de gestão de dados.

De acordo com a CDP, já existem mais de cem cidades no planeta que consomem mais de 70 por cento de energia a partir de fontes renováveis. Embora a lista englobe apenas 570 cidades distribuídas pelo mundo inteiro, é um bom indicador para a progressão das energias renováveis a nível local, o que também é uma forma de garantir independência energéticas dos países, em vez de depender de combustíveis fósseis acumulados em determinadas áreas do globo.

As cinco cidades portuguesas incluídas nesta lista são Braga, Cascais, Fafe, Moita e Porto. A lista também inclui capitais como Asunción (Paraguai), Brasília (Brasil), Bogotá (Colômbia), Dar-es-Salaam (Tanzânia), Harare (Zimbabwe), Nairobi (Quénia), Oslo (Noruega), Quito (Equador), Reiquiavique (Islândia), Estocolmo (Suécia) e Wellington (Nova Zelândia), assim como muitas metrópoles, incluindo Zurique e Basileia (Suíça), Belo Horizonte, Curitiba e Salvador (Brasil), Seattle (Estados Unidos), Vancouver e Montreal (Canadá), Cali e Medellín (Colômbia) e Auckland (Nova Zelândia).