Alguma vez reservou um bilhete de avião a um preço ridiculamente alto, e descobriu que estavam praticamente a oferecê-los perto da data da viagem? Bem, há um estudante universitário que não gosta nada que isso lhe aconteça, pelo que criou um aplicativo para smartphones que basicamente “obriga” a companhia aérea a devolver-lhe a diferença.

Joshua Browder, estudante na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, inventou o aplicativo DoNotPay para ajudar pessoas com multas de estacionamento a reclamar automaticamente das mesmas, ajudando-as a recuperar dinheiro. Mas pouco depois descobriu que o seu programa tinha outras funções, pelo que criou uma versão do DoNotPay para identificar alterações nos preços dos bilhetes de avião, ler a letra miúda para encontrar cláusulas para escapar ao contrato, e forçar a companhia aérea a devolver a diferença de preço.

O sistema faz análises diárias a preços de aviões em todo o mundo 17 mil vezes por dia, um pouco como o Trivago faz com hotéis, mas faz a melhor escolha para o utilizador automaticamente. O DoNotPay até reclama com as companhias aéreas para recuperar malas perdidas. O programa está disponível à borla, com o programador a não cobrar dinheiro pelo uso. Isto poderá poupar a um passageiro frequente uma média em redor dos 400 euros por ano, dependendo da quantidade e duração dos voos.