Os filmes sobre corridas de automóveis vão voltar ao grande ecrã. Depois do anúncio que Hugh Jackman vai representar o papel de Enzo Ferrari numa biografia do fundador da marca italiana, agora surge um novo filme, que pretende contar como a Ford se tornou a primeira marca americana a vencer as 24 Horas de Le Mans, com o GT40, em 1966. E o filme pretende rivalizar com a longa-metragem de Jackman, já que a motivação para a Ford ganhar em Le Mans prende-se com a recusa de Enzo em vender a sua marca ao gigante automóvel americano.

A confirmar-se a presença dos primeiros nomes de atores avançados, o filme, ainda sem nome, tem tudo para ser um sucesso. Christian Bale, de “Batman” e “American Psycho”, vai representar o papel do engenheiro e piloto Ken Miles, enquanto Jon Bernthal, de “Punisher”, vai representar Lee Iacocca, presidente da Ford. O lendário Matt Damon vai encarnar outra lenda, do chefe de equipa Carroll Shelby. James Mangold vai ser o realizador do filme, que vai ser baseado no livro “Go Like Hell”, de A.J. Baine.

Mas o filme não vai ser o único projeto baseado no livro. Originalmente, estava previsto que Tom Cruise e Brad Pitt participassem no filme, mas quando passou um período sem desenvolvimentos, o roteiro foi reescrito. Nestas condições, para ter uma adaptação mais aproximada da obra original, o livro também vai ser transformado numa série de televisão, com Peter Dinklage, de “A Guerra dos Tronos”, a servir como produtor. Com estes nomes, espera-se que os produtos finais sejam tão entusiasmantes como foi “Le Mans” de Steve McQueen.

A última longa-metragem passada nas 24 Horas de Le Mans foi a adaptação da banda desenhada “Michel Vaillant”, em 2001. No entanto, o sucesso de “Rush”, que representou a batalha pelo título mundial de Fórmula 1 de 1976, entre James Hunt e Niki Lauda, abriu o apetite do público para ação com automóveis que seja baseada em eventos reais.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.