Mercedes-AMG terá híbrido Plug-in com cerca de 800 CV

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

Prosseguindo com o seu esforço de implementação da tecnologia híbrida Plug-in, a Daimler prepara a introdução de uma motorização daquele género com mais de 800 CV para um dos Mercedes-AMG.

Dessa forma, a marca consegue não só oferecer prestações elevadas para um dos seus futuros modelos de topo, como também garante um lado de maior eficiência.

A informação foi dada pelo próprio responsável máximo daquela divisão desportiva, Tobias Moers, em declarações ao site Digital Trends, explicando que a solução híbrida Plug-in de alta potência está em desenvolvimento pelos engenheiros da marca e que chegará à produção. O modelo escolhido, porém, não foi revelado.

O motor híbrido não é uma novidade absoluta na AMG, tendo sido revelado na versão concept do GT 4 no passado Salão de Genebra de 2017, o GT Concept. Este modelo serviu de antecipação para a versão definitiva do GT 4, que chegará aos mercados dentro de alguns meses.

“Talvez estejam recordados do GT Concept do Salão de Genebra de 2017. Tinha um motor V8 na dianteira e um propulsor elétrico no eixo traseiro. Toda essa tecnologia está em desenvolvimento e algum dia chegará à produção”, é citado Moers naquele site. Moers adiantou, ainda, que a potência irá ser “mais ou menos” a mesma.

Recorde-se que esse sistema estava composto por um motor a gasolina V8 bi-turbo já conhecido noutros modelos da Mercedes, mas associado aqui a um motor elétrico para uma potência combinada de 816 CV.

O som de um AMG

Outro ponto abordado por Moers foi o do som, que nos veículos elétricos é praticamente inexistente. Sendo a Mercedes-AMG uma divisão desportiva na qual a sonoridade joga um grande papel, aquele responsável admite que se está a trabalhar internamente numa solução para que os AMG não sejam privados de um som característico, afiançando que o caminho ainda está a ser feito nesse sentido.

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.