Opel é baixa de peso para o Salão de Genebra

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

A cerca de um mês e meio do início do Salão de Genebra, há já uma ausência de peso na forja: a Opel. A marca alemã, atualmente integrada no Grupo PSA, não deverá marcar presença naquele que é o maior certame automóvel do mundo, justificando essa decisão com a ausência de novos modelos para revelar ao grande público.

A informação é revelada pelo site AutoNews Europe, que dá conta da decisão da companhia de Rüsselsheim relativa à sua presença no Salão de Genebra, explicando que essa é mais uma medida de poupança depois de vários anos de perdas financeiras, conforme adianta aquele site.

Assim, sem novos modelos para apresentar – embora tenha renovado a sua gama quase por completo ao longo dos últimos meses, com destaque para os novos Crossland X, Grandland X e Insignia – a Opel (e a sua congénere Vauxhall) decidiu não marcar presença na Suíça.

No entanto, de acordo com um porta-voz da PSA citado por aquele site, também a DS irá falhar o certame de março. Por outro lado mas tanto a Peugeot como a Citroën irão estar presentes com os seus produtos.

Tal como anteriormente havia sido referido pelo Grupo PSA, a presença de marcas da companhia em salões automóveis estará dependente de diversos fatores, como novos produtos, sendo que a nova orientação estratégica pretende encontrar formas mais rentáveis de explorar as marcas sem recorrer a salões automóveis.