Bicicletas são, na maioria dos casos, mais apropriadas para circular pelo complicado trânsito urbano que um automóvel elétrico. Não ficam presas no trânsito e são boas para nos desviarmos rapidamente de obstáculos. Mas o carro faz falta sempre que é preciso carregar algo maior que um saco de plástico. Foi a pensar nisso que Kiyoshi Iwai, um surfista da Califórnia, inventou a bicicleta Cero One.

A Cero One é uma bicicleta elétrica, com energia gerada por uma bateria Shimano de 504 Wh, e movida por um motor elétrico de 0,34 cv que lhe permite ultrapassar os 30 km/h e percorrer um máximo de 150 km sem precisar de mexer os pedais. Mas o mais importante é que este motor permite-lhe lidar com o peso adicional das modificações que lhe permitem transportar objetos de vários tamanhos. O banco ficou 35 cm mais alto que numa bicicleta normal, com o guiador levantado em 10 cm, e os pneus são resistentes a furos.

A bicicleta tem duas bases, uma sobre a roda dianteira e outras sobre a roda traseira, onde pode montar dois de três tipos de cestos diferentes, com capacidade para transportar vários sacos de compras, caixas de cartão, e até um banco para transportar uma criança. Também para transportar uma garrafa térmica no quadro, e as duas bases podem servir como apoio para transportar objetos grandes, como uma prancha de surf, ao lado da bicicleta. Cada exemplar da Cero One custa 3400 dólares (2750 euros).

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.