Mobilidade em terrenos diferentes é vital para o equipamento moderno das forças armadas de vários países. Um carro com rodas normais pode deslocar-se com rapidez para uma missão, mas vai ter dificuldades em passar por lama ou areia. Um tanque com lagartas pode passar por cima destes obstáculos, mas é muito mais lento. Felizmente, a DARPA, agência responsável pelo desenvolvimento de novas tecnologias para as forças armadas americanas, criou novas rodas que se transformam em lagartas.

O projeto Ground X-Vehicle Technologies tem como objetivo mostrar novos sistemas que podem ser aplicados a unidades de combate e de transporte, em vários tipos de terreno, de modo a facilitar vários parâmetros de missão. A roda que se transforma em lagarta é chamada RWT (“roda-lagarta configurável”), sem pneus, com um mecanismo interno que transforma as peças exteriores de uma configuração redonda para triangular. O seu funcionamento foi demonstrado com sucesso num Hummer modificado.

A segunda tecnologia demonstrada foi um motor elétrico integrado nas rodas, que oferecem mais potência diretamente às rodas, com acelerações rápidas. Os motores cabem dentro de jantes com 20 polegadas. Finalmente, o METS (“suspensão extrema multimodal”), desenvolvido pela Pratt & Miller (a mesma firma que constrói os Corvette que correm em Le Mans), tem uma amplitude de mais de um metro e meio, podendo circular sobre qualquer buraco ou em encostas íngremes sem perda de equilíbrio no interior.

 

O programa da DARPA também integra novas tecnologias de realidade virtual para os operativos militares, incluindo janelas virtuais para visibilidade a 360 graus dentro de um veículo fechado; Perspetiva Virtual, para uma melhor perceção do ambiente que rodeia o veículo por entre obstáculos; e o sistema ORCA, que consegue planear uma rota segura em terrenos difíceis, com o mínimo de obstáculos.