S60: O primeiro ‘anti-Diesel’ Volvo no caminho para a eletrificação

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

A Volvo anunciou que a sua nova gama S60, a qual será revelada dentro em breve, será a primeira a colocar de parte as motorizações Diesel, dando seguimento à sua estratégia de tornar a marca mais ecológica.

A berlina S60 irá ser revelada ainda esta primavera, juntando-se à carrinha V60 (nas imagens), que está já disponível para encomenda, sendo o primeiro modelo da estratégia da Volvo a não disponibilizar uma variante a gasóleo. Recorde-se que a marca sueca pretende que todos os seus novos modelos a partir de 2019 estejam dotados de tecnologia micro-híbrida ou que sejam plug-in híbridos (a gasolina) ou puramente elétricos.

“O nosso futuro é elétrico e não iremos desenvolver uma nova geração de motores Diesel. Vamos descontinuar faseadamente os nossos carros com motores de combustão interna, com as versões Plug-in híbridas a gasolina a representarem opções de transição enquanto caminhamos rumo à eletrificação total”, explicou Hakan Samuelson, presidente e CEO da Volvo Cars.

Recorde-se que a Volvo planeia ter, em 2025, metade das suas vendas globais com modelos totalmente elétricos, num anúncio efetuado no passado Salão de Pequim, na China, aquele que é um dos mercados mais fortes para a companhia sueca. O novo S60, uma berlina com base na plataforma SPA (Scalable Product Architecture), terá inicialmente uma gama de motores de quatro cilindros Drive-E a gasolina, bem como dois Plug-in híbridos a gasolina. Versões micro-híbridas seguir-se-ão pouco depois em 2019.

A produção do novo S60 terá início neste outono, na nova fábrica da marca em Charleston, na Carolina do Sul. Esta será a única fonte de produção do novo S60.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.