A BMW tem uma gama de motos para todos os gostos, umas mais adaptadas ao uso na cidade, outras preferíveis para longas viagens na estrada, e outras ainda para quem tem um gosto para a aventura. Mas houve um entusiasta que quis ter uma moto BMW dois em um, e resolveu transformar um modelo citadino numa máquina capaz de enfrentar qualquer terreno, batizando-a com o nome “Coyote”.

Pegando numa normal BMW R nineT Urban G/S, Karles Vives fez bom uso de toda a experiência acumulada como dono da Fuel Bespoke Motorcycles, uma garagem que faz preparação para motos, em Espanha, tornando-as em extensões da personalidade dos seus proprietários. Neste caso, ao transformar a sua BMW em algo novo, inspirou-se na sua admiração pelo coiote, um cão selvagem que vive nas zonas mais áridas da América do Norte, que se adapta a qualquer terreno e a caçar vários tipos de presas.

Karles Vives demorou cinco meses a construir a “Coyote”, com a ajuda do seu mecânico Claudio e de mais alguns especialistas. A moto da BMW foi convertida para ser usada fora da estrada, com o tubo de escape montado mais acima para não ser atingido por pedras, uma proteção para o motor, e um banco elevado. Foi também preciso montar um depósito de combustível novo, retirado de uma Suzuki velha, o que obrigou a mudar a posição da bomba de combustível para um depósito auxiliar.

Para continuar o trabalho, a equipa de Karles Vives também teve que reforçar o chassis, instalando uma nova suspensão hidráulica Andreani à frente e armortecedores Öhlins 46 atrás. O motor ganhou um novo filtro de ar da K&N, para respirar melhor em ambientes mais empoeirados. Os acabamentos finais incluem um guiador Hollywood, um banco em couro natural e novos guarda-lamas.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.