Motociclos com um estilo retro e saudosista são bastante comuns. Aliás, existem construtores que fazem disso carreira, e uma delas é a Royal Enfield, antiga marca britânica, hoje baseada na Índia. Mas mesmo dentro do visual clássico, há espaço para fazer algo de diferente, razão pela qual a marca indiana resolveu trazer de volta um modelo que ficou bastante famoso na Segunda Guerra Mundial, por poder saltar de paraquedas junto com os soldados.

A WD/RE 125 foi encomendada à Royal Enfield pelo Departamento de Guerra do governo britânico (daí o nome WD, para “war department”), e construída com base no design da alemã DKW RT100. Mas rapidamente ficou conhecida pelos paraquedistas como “Flying Flea” (“pulga voadora”, em inglês), por ser fácil de transportar e de poder ser lançada de paraquedas atrás das linhas inimigas. Para esconder as origens alemãs, o seu símbolo era o cavalo alado Pégaso, escolhido pelo general Frederick “Boy” Brown. O design era tão eficiente que continuou a ser usada numa versão civil após o final da guerra.

Agora, mais de 70 anos depois, a “pulga voadora” está de volta, com o visual antigo mas com tecnologia moderna. Apenas mil unidades vão ser construídas para o mercado mundial. Do modelo original, a Royal Enfield recupera a cor castanha (única disponível), o número militar de série estampado no depósito, tal como os alforges semelhantes aos que eram usados pelos soldados na Segunda Guerra Mundial. O motor de 125 cc dá lugar a um motor de 500 cc, a quatro tempos com refrigeração a ar e injeção eletrónica, que debita 27 cv. A suspensão traseira usa amortecedores a gás ajustáveis.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.