Alta velocidade deixou Circuito de Vila Real “em brasa”

Alexandra Beny
Jornalista

O ambiente foi bem quente em Vila Real, no passado fim de semana. Além das elevadas temperaturas que se fizeram sentir no circuito urbano, o asfalto da pista citadina recebeu várias provas de velocidade nacional, como o Campeonato de Portugal de velocidade turismos e clássicos, assim como a categoria Legends, Supercars e Kia Picanto. Os talentos nacionais José Rodrigues e Edgar Florindo, também exibiram muita qualidade no internacional WTCR, na qualidade de “Wildcards”

Na categoria TCR Portugal, Pedro Salvador foi dominador. O piloto do SEAT Leon Cupra TCR foi o mais rápido em ambas as corridas no fim de semana.

“Correu muito, muito, muito bem, verdadeiramente. Mais uma vez, mais fácil do que eu tinha previsto. Arranquei muito bem, na primeira volta, depois com a entrada do safety car as coisas ficaram mais apertadas. Consegui surpreender o Francisco no recomeço da corrida e a partir daí tive um andamento muito forte, um ritmo muito forte, consegui ganhar uma vantagem grande logo nas primeiras voltas e só posso dedicar esta vitória verdadeiramente à equipa porque entregou-me um carro fantástico, fácil de conduzir, consistente. Conseguimos fazer uma volta rápida que me deixou extremamente satisfeito, portanto, um fim de semana perfeito”, garantiu Salvador.

Fábio Mota terminou o seu programa do Circuito Internacional de Vila Real da melhor forma, ao conquistar o triunfo da Supercars Series na corrida de domingo, subindo ao degrau mais alto do pódio no mítico traçado português. Depois das contrariedades do primeiro dia, com um abandono, o piloto cumpriu o objetivo traçado ao volante do Peugeot 308 Racing Cup.

“Foi uma corrida muito intensa. Houve dois incidentes na primeira volta mas acabou por resultar bem para nós. Conseguimos alcançar a primeira posição, que era um objetivo em mente e assim o conseguimos! Por isso saio muito contente, mas acima de tudo saio muito entusiasmado e cada vez mais apaixonado por esta corrida aqui em Vila Real, porque o público é sem dúvida fenomenal”, sublinhou Mota.

a carregar vídeo