Carlos Tavares, o português que lidera o Grupo PSA, foi eleito Personalidade do Ano do Troféu Carro Mundial 2020, sucedendo a Sergio Marchionne, que recebeu a distinção no ano passado, a título póstumo.

Para a eleição, que contou com a participação de 86 jurados de 24 países diferentes, terá sido decisivo o papel de Carlos Tavares no regresso das marcas do consórcio aos lucros, incluindo a aquisição recente da Opel, e sem esquecer o contributo do executivo português, apontado como um dos grandes responsáveis pelo sucesso da fusão entre a PSA e a FCA, abrindo portas à criação do quarto maior construtor do mundo

A cerimónia oficial para entrega distinção está agendada para o Salão de Nova Iorque, evento que acaba de ser adiado para agosto, devido ao surto de coronavírus.

Entre os agradecimentos, Carlos Tavares dedicou o prémio a todos os funcionários do Grupo PSA. “Como os nossos valores ‘vencer juntos, agilidade, eficiência’ incluem a força do poder coletivo, é em nome de todos que aceito este prémio com humildade.”, sublinhou Carlos Tavares.