Rápido, lembre-se de uma marca suíça de automóveis. Assim, de repente, não se consegue lembrar de nenhuma, pois não? Já houve algumas, mas nenhuma se tornou uma gigante da indústria. O que não quer dizer que os suíços não gostam de carros. A Classic Factory pretende construir o carro elétrico mais rápido do mundo. Chama-se Elextra e, se funcionar como um relógio suíço, então vai ser um bom embaixador para os carros desse país.

O objetivo da Classic Factory é simples: fazer com que o Elextra atinja os 100 km/h em apenas 2,3 segundos, batendo os modelos da Tesla e da Faraday Future. Os restantes dados das especificações são poucos. Para já, só se sabe que o Elextra vai ter tração às quatro rodas, quatro portas e quatro lugares, e visualmente vai ser um cruzamento de um Lamborghini com um automóvel executivo.

Robert Palm, mentor do projeto, afirma querer “recuperar as linhas dos clássicos italianos do passado, ao mesmo tempo que olha para o futuro, com a mais avançada tecnologia”. Palm e o seu sócio Poul Sohl estão à procura de investidores, para poderem construir o carro na Alemanha, em Estugarda, numa série limitada de 100 unidades. A Classic Factory já constrói o Lyonheart, instalando uma carroçaria reminiscente do Jaguar E-Type sobre o chassis e motor do moderno Jaguar XKR-S.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.