Quase todos os países europeus têm regras que proíbem os automobilistas de usarem o telemóvel quando estão ao volante, seja para fazer chamadas ou para enviar um SMS. Para o utilizarem, os condutores deverão adotar um kit mãos-livres quando estão a conduzir ou, em alternativa, devem encostar na berma e parar. Mas na França vai ser proibido até parar na berma.

De acordo com a nova lei, se o condutor quiser usar o telemóvel, deverá encontrar um parque de estacionamento legal, parar e desligar o motor antes de o fazer. Caso contrário, o carro será considerado “em andamento” e o condutor poderá ser multado em 135 euros e perda de três pontos na carta. Continua a ser possível usar o kit mãos-livres, ou fazer a chamada em caso de emergência. Mas não será possível parar numa berma de estrada.

Este ajuste à lei, mais uma numa série de medidas draconianas que têm afetado os automobilistas franceses, terá sido motivado por um automobilista ter parado numa rotunda para usar o telemóvel. A Associação Automóvel Clube já reagiu, explicando que as autoridades deveriam encorajar os condutores a parar e não o contrário. O mais provável é que, uma vez que será mais difícil parar, estes escolherão simplesmente usar o telemóvel em andamento, aumentando o perigo.