George Russell (Mercedes) conquista pole para o GP do Canadá de F1

09/06/2024

O piloto britânico George Russell (Mercedes) conquistou a poleposition para o Grande Prémio do Canadá de Fórmula 1, nona prova da temporada, apesar de ter empatado à milésima com o neerlandês Max Verstappen (RedBull).

 

Há 27 anos que não havia um empate na qualificação para um Grande Prémio. A outra vez em que isso aconteceu na história da Fórmula 1 foi no circuito espanhol de Jerez de laFrontera, em 1997. Na altura, o canadiano Jacques Villeneuve (Williams), Michael Schumacher (Ferrari) e Heinz HaraldFrentzen (Williams) também empataram ao milésimo.

Os dois realizaram o mesmo tempo na sessão de qualificação, rodando em 1.12,000 minutos, com o britânico LandoNorris (McLaren) a ficar na terceira posição, a apenas 0,021 segundos.

Contudo, como foi Russell o primeiro a estabelecer o melhor tempo, arrebatou a poleposition, a terceira da carreira, depois de já ter conquistado as de São Paulo (Brasil) e Hungria, ambas em 2022. “É incrível. Sabe tão bem. Esperemos que seja o início de algo para nós esta temporada”, exultou, após a sessão de qualificação, disputada sob ameaça de chuva, que não se concretizou.

Já o tricampeão mundial aceitou com desportivismo o desfecho, que, desta vez, não lhe foi favorável. “No geral, foi uma boa qualificação. Isto deixa as coisas mais entusiasmantes para amanhã (domingo). Vai ser uma corrida interessante, com os pneus, com a chuva a ir e a vir. Mas não estou muito stressado”, afirmou o neerlandês.

Mais agastados ficaram Charles Leclerc e Carlos Sainz, ambos da Ferrari e ambos eliminados na segunda das três fases da sessão (Q2). “Nem vou comentar por aqui”, dizia Leclerc, com Sainz a queixar-se de constante falta de aderência.

O monegasco, que venceu no Mónaco há duas semanas, fechou a qualificação no 11.º lugar, seguido de Sainz, no 12.º.

Tão surpreendente como a eliminação dos dois Ferrari numa fase tão prematura terá sido o quinto posto do australiano Daniel Ricciardo (RB), que apenas pontuou uma vez esta temporada, no GP de Miami.

Também o outro RB (antigo Toro Rosso), do japonês YukiTsunoda, que hoje renovou contrato com a escuderia italiana, chegou à Q3, garantindo o oitavo posto da grelha de partida.

O GP do Canadá é a nona prova da temporada. Max Verstappen chega como líder do campeonato, com 169 pontos, contra os 138 de Charles Leclerc.
Fonte: Lusa