Moto2: Miguel Oliveira fecha testes de Jerez no topo da tabela de tempos

Chegou ao fim os primeiros testes privados de Moto2 no circuito de Jerez e que marcaram o arranque dos trabalhos de preparação para a temporada de 2018. Presentes no traçado estiveram 25 pilotos em representação de 13 equipas diferentes, onde o destaque vai naturalmente para Miguel Oliveira.

O piloto da Red Bull KTM Ajo, que testou um novo chassis, fechou estes dois dias de trabalho no topo da tabela de tempos, tendo realizado um total de 145 voltas e obteve a melhor marca nesta sexta-feira ao rodar em 1m41.518s, batendo assim o seu melhor tempo registado na qualificação para o GP de Espanha, neste mesmo circuito, em maio último. Este crono foi obtido na parte da tarde e de referir que apenas cinco pilotos conseguiram rodar abaixo de 1m42s.

O segundo melhor tempo foi alcançado por Francesco Bagnaia. O piloto da Sky VR46 melhorou o tempo registado ontem ao conseguir rodar em 1m41,622s, mas ficou a 0,104s de Oliveira, enquanto Álex Márquez, foi o terceiro mais rápido a 0.201s do piloto português da KTM.

Já Brad Binder, companheiro de equipa de Miguel Oliveira, foi o quarto mais rápidos destes testes de pré temporada ao conseguir rodar em 1m41,776s, na frente de Dany Kent, que está de regresso ao Mundial de Moto2 com a Speed Up Racing , e que terminou na quinta posição da tabela de tempos a 0,410s de Miguel Oliveira e sendo o último dos pilotos a consegui rodar abaixo de 1m42s.

Nota ainda para o positivo sexto lugar de Mattia Pasini, que fechou esta ronda de testes com o tempo de 1m42,066s, na frente de Luca Marini que terminou a 0,597s do topo da tabela de tempos.

Estes primeiro ensaios com vista à nova época em Jerez de la Frontera ficaram ainda marcados pelos regressos de Sam Lowes 13º tempo esta sexta-feira, na frente de Héctor Barberá que acabou com, o 14º melhor tempo.

Entre as estreias na classe intermédia do Mundial, as atenções estiveram centradas no Campeão do mundo de Moto3, Joan Mir que realizou a sua melhor volta em 1m42,741s, na 16ª posição, na frente de Romano Fenati que não foi além do 23º melhor tempo. Mir que representa a Marc VDS, equipa que alcançou recentemente o título de campeã do mundo de Moto2 com Franco Morbidelli, beneficiou de todo o conhecimento da equipa para ser o melhor estreante nestes testes de pré temporada.

Por último em pista estiveram igualmente alguns pilotos do pelotão de Moto3, sendo que o mais veloz foi Áron Canet, a exemplo do que já tinha acontecido na véspera ao rodar em 1m46,175s, num circuito onde o piloto espanhol alcançou, este ano, a sua primeira vitória no Mundial de Moto3.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.