André Villas-Boas: “Fazer o Dakar aos 40 anos era um sonho antigo”

Rui Pelejão
Rui Pelejão
Editor-Executivo

Aos 40 anos, André Villas-Boas vai fazer a sua estreia no Dakar, uma ambição que tinha há muito tempo. O treinador, e agora piloto, vai pilotar um Toyota Hilux, da Toyota Overdrive, e o seu carro foi apelidado de ‘The Beast’, ou ‘A Besta’. Ruben Faria vai estar ao lado de Villas-Boas, sendo o piloto apoiado por várias organizações de caridade, como a Laureus Sport for Good, a Ace Africa e a APPACDM, do Porto. “Fazer o Dakar era uma ambição que tinha há muito tempo. O Dakar é um dos ralis mais difíceis do mundo. Os números batiam todos certos, eu tenho 40 anos e é a 40ª edição e o meu tio [Pedro Villas-Boas] fez o Dakar com 40 anos. Para mim, é uma honra ter o nome da Laureus no meu carro. O trabalho que eles fazem em todo o mundo é uma inspiração e quero aumentar a consciencialização para projetos deste género”, disse Villas-Boas.