Dakar – etapa 2: Peterhansel é o novo líder

Houve durante alguns momentos alguma confusão nos tempos disponíveis à chegada da segunda etapa do Dakar e que davam Giniel de Villiers como vencedor da tirada, mas isso deveu-se a um erro, que depois de corrigido ‘confirmou’ Cyril Després como vencedor da etapa. O novo líder do Dakar é agora Stéphane Peterhansel, que foi segundo na tirada de hoje.

O piloto da Peugeot encetou um bom duelo com os seus colegas de equipas da Peugeot, que lideraram em todos os waypoint. O primeiro foi Carlos Sainz, que depois perdeu tempo, cerca de oito minutos, que recuperou mais tarde. Depois foi a vez de Cyril Després liderar, triunfando na tirada, sendo que acaba por ser Mr. Dakar a liderar a prova, por escassos 14 segundos face ao ex-motard.

Terceiro lugar na etapa para Sébastien Loeb, que perde 3m08s para Després, com o melhor não Peugeot a ser Giniel de Villiers, que cede 7m26.s Orlando Terranova termina a tirada como o melhor dos Mini, em quinto, a 12m53s, na frente de Carlos Sainz e Mikko Hirvonen, que cederam respetivamente, 13m09 e 13m50s. Oitavo lugar para Nasser al Attiyah, que perde 14m51s e a fechar o top 10, resultado para o qual talvez tenha contribuído o facto do navegador de Attiyah, Matthieu Baumel, ter feito a especial doente. A seguir ficaram colocados Martin Prokop (Toyota) e Ronan Chabot (Toyota).

Com estes resultados, Peterhansel passa para a frente da prova com 14s de avanço para Després, com Sébastien Loeb agora a 4m02s da frete, um pouco melhor do que estava ontem, apesar do tempo perdido.

Giniel de Villiers é quarto classificado e o melhor Toyota, a 5m06s do líder. Carlos Sainz encerra o top 5, onde estão os quatro Peugeot. O melhor dos Mini, Terranova, surge em sexto, a quase seis minutos da frente, com Al Attiyah agora a 6m43, mas nuna boa posição para atacar amanhã, ao contrário do que sucedeu hoje em que foi o primeiro na estrada.

Bem cedo na etapa, Bryce Menzies, piloto norte americano que guia um dos novos Buggy Mini da X-Raid, teve um aparatoso despiste após 6 km, deixando o Mini em muito mau estado. Resta saber se abandona, pelo estado do carro em que o carro ficou CLIQUE AQUI é o mais provável.

Como se um azar não bastasse na X-Raid, Yazeed Al-Rajhi, que roda aos comandos de um MINI buggy da X-Raid, bateu no outro Mini, um All4 Racing, do chileno Boris Garafulic Portugal, que como se sabe leva Filipe Palmeiro ao lado. As duas equipas tiveram que esperar pelo seu camião de assistência de modo a reparar os danos infligidos aos carros, desconhecendo-se para já o tempo que vão perder. Neste momento ainda nenhum dos dois chegou (naturalmente) ao fim.