Novo McLaren MCL32: Laranja mecânica com ‘coração’ Honda

A McLaren revelou há pouco o seu novo MCL32, confirmando-se a nova decoração laranja e preto. O MCL32 é o primeiro McLaren F1 desde 1980 sem a denominação MP4, resultado da saída de Ron Dennis da equipa, e vai agora voltar a ver-se um McLaren de F1 com esta cor, o que já não acontecia desde os testes de pré-época de 1997, 1998 e 2006.

Esta é a terceira época com a Honda, e de uma vez por todos espera-se uma salto qualitativo grande já que há demasiado tempo a McLaren anda arredada dos lugares da frete, ainda que não só devido ao motor que tem no carro, mas também devido aos maus chassis que tem desenvolvido. O ano passado a McLaren terminou em sexto no Mundial de Construtores, e esta época espera-se algo mais, ou seja, competir com a Force India e Williams pela posição logo atrás dos ‘três grandes’.

A unidade motriz da Honda é completamente nova, e surge com uma arquitetura completamente revista, com o fabricante japonês a afastar-se do conceito ‘size zero’ que quis implementar em 2015 e que teve os maus, para não dizer péssimos, resultados que se conhecem.

Com a saída de Jenson Button, os pilotos são este ano Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne e esta mudança de decoração faz parte dum ‘refrescar’ da equipa, que agora é liderada pelo novo Diretor Executivo, Zak Brown: “Penso que este carro é uma bela peça de arte”, disse, antes de acrescentar: “A equipa está altamente frustrada por não vencer corridas. Temos um novo conjunto chassis-motor e estas coisas levam tempo. 2016 não foi um bom ano para a McLaren mas fizemos alguns progressos e é isso que queremos também para 2017”, disse.

Desta forma, 46 anos depois, a McLaren volta a ter uma decoração laranja nos seus F1sendo que o carro apresenta algumas soluções diferentes do que já foi visto até aqui, como por exemplo o que se vê no nariz do monolugar.

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.