Novo Lotus Esprit previsto para 2020

A Lotus, agora parte da gigante chinesa Geely, encara o futuro com esperança e optimismo. O fabricante britânico lançará em breve o seu primeiro crossover, será baseado na plataforma SPA da Volvo (propriedade da Geely) e tenciona desenvolver não um, mas dois novos modelos desportivos.

O primeiro, de acordo com Jean-Marc Gales (CEO da Lotus), será um superdesportivo estandarte e estará posicionado acima do Evora. Mais leve e mais rápido, será superior em todos níveis e representará uma versão moderna do Esprit. Segundo o executivo, o modelo será referência no seu segmento graças a uma relação harmoniosa entre eficiência, aerodinâmica, agilidade e capacidade de travagem. Provavelmente estará equipado com um motor Toyota, a marca britânica continuará a utilizar blocos do fabricante nipónico.

Em relação ao segundo desportivo não foram revelados detalhes, mas Gales confirmou que assumirá a forma de um 2-lugares. Também deu a entender que será mais luxuoso que o Elise actual, porque, na sua perspectiva, o mercado está a descolar-se para segmentos superiores. Poderá preencher a lacuna entre o Elise topo de gama e o Exige de entrada.

A Lotus aproveitará os vastos recursos financeiros da Geely e a tecnologia da Volvo para desenvolver um crossover premium que será materializado em 2022. Desta forma, o construtor de Norfolk estrear-se-á no segmento de modelos de luxo, pois o seu mercado alvo, a China, apresenta uma grande voracidade por veículos caros e ostensivos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.