Telemóvel ou automóvel, qual terá maior importância em Portugal?

A um primeiro olhar, telemóvel e automóvel são variáveis que se encontram em planos diferentes. No entanto, quando nivelados pela questão importância, é sempre interessante verificar quais os resultados e opções dos cidadãos dos vários países. Foi precisamente isso que fez o Observador Cetelem no seu mais recente estudo.

Conclusão, não só os portugueses dão mais importância ao telemóvel que ao automóvel, como Portugal é o país europeu onde se regista o maios elevado nível de ligação ao telemóvel. Numa escala de 1 a 10 o resultado é de 7 valores na ligação ao telemóvel, face aos 6.8 do automóvel. Se compararmos com a Bélgica, França, Itália e Reino Unido, a ligação dos portugueses ao automóvel é superior.

Estes indicadores traduzem-se por novos desafios para o sector automóvel, como explica Pedro Ferreira, diretor da área automóvel do Observador Cetelem: “As gerações mais jovens são as que mais tendem a preferir o telemóvel em relação ao automóvel, algo que também resulta da sua disponibilidade financeira. No entanto, as necessidades que acrescem à vida adulta e o crescimento da família são facilitados pela posse de um veículo, de forma que, provavelmente, a sua ligação ao automóvel se fortalecerá de forma gradual.”

Nota do Observador Cetelem: “As análises e previsões deste estudo foram realizadas em colaboração com a empresa de estudos e consultoria BIPE (www.bipe.com). Os inquéritos quantitativos aos consumidores foram conduzidos pela TNS Sofres, em junho de 2016, em quinze países – África do Sul, Alemanha, Bélgica, Brasil, China, Espanha, Estados Unidos da América, França, Itália, Japão, México, Polónia, Portugal, Reino Unido e Turquia. No total, foram inquiridos mais de 8.500 proprietários de automóveis.”

Auto_LigaçãoEquipamentos

André Duarte