Toyota lança Yaris GRMN até final do ano – um ‘WRC’ para o quotidiano

Ter um produto alusivo ao WRC é sempre especial. Por isso, e aproveitando o seu regresso à alta roda do Mundial de ralis, em paralelo com o lançamento do novo Yaris, na última semana, a Toyota decidiu colocar esses dois mundos em sintonia e criar o Yaris GRMN, que será lançado no final deste ano, prevendo-se disponível para venda no início de 2018. O modelo será a versão Yaris mais desportiva e irá beneficiar diretamente dos progressos que a marca nipónica está a realizar com o seu programa no desporto automóvel.

Toyota Yaris GRMN em pormenor

O desenvolvimento do motor e do interior ficou a cargo das equipas europeias da marca, enquanto o chassis e sistema de travagem foi desenvolvido no Japão, naquele que se percebe que é um trabalho Toyota em toda a linha. A produção será feita pela fábrica da Toyota Motor Manufacturing France, em Valenciennes.

Motor: segundo a marca avança, este é o único modelo no mercado europeu de pequenos automóveis desportivos que tem um motor com compressor. Será um 1.8 litros com mais de 210 cv com uma caixa manual de 6 velocidades a garantir a transmissão da potência às rodas dianteiras.

Chassis: tem um chassis reforçado com ligações adicionais, incluindo uma barra extra entre as torres de suspensão dianteiras.

Suspensão: afinada na sequência de testes intensivos no circuito Nordschleife de Nürburgring com o significativo contributo das atividades da equipa Toyota GAZOO envolvida no desporto automóvel, além de um diferencial autoblocante Torsen para melhorar a tração e o comportamento. A utilização de molas mais curtas permite que o carro fique mais perto do solo, estando as mesmas associadas a amortecedores específicos, desenvolvidos com a Sachs, e a um diâmetro maior da barra estabilizadora dianteira.

Travões: está equipado com travões de elevadas prestações com discos ventilados e pinças frontais de quatro pastilhas.

Carroçaria: ostenta um acabamento de pintura específico em branco com detalhes em vermelho e negro sobre o capot e soleiras, numa pretensa réplica do ‘fato de competição’ dos ralis; está disponível apenas com carroçaria de três portas; jantes em liga leve BBS de raios múltiplos de 17 polegadas; está dotado de um spoiler traseiro negro específico em forma de asa; design específico dos pára-choques dianteiro e traseiro; um difusor traseiro; e um tubo de escape central específico.

Habitáculo: bancos desportivos dianteiros, concebidos especificamente para este modelo pela Toyota Boshoku; volante revestido a couro de pequeno diâmetro – partilhado com o GT86; pedais desportivos em alumínio; e um redesenhado quadro de instrumentos para refletir o caráter desportivo deste modelo.

André Duarte/AutoSport

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.