WTCR/Tiago Monteiro: “É frustrante não poder correr no meu país”

Ainda não será desta que Tiago Monteiro volta às pistas para competir. Apesar de já se encontrar na fase final de recuperação, e das hipóteses de regressar nesta jornada de Vila Real terem existido, falta ainda a autorização médica da FIA, que não chegou.

“Pessoalmente sinto-me muito bem. Não posso dizer que estou a 100% pois não corro há nove meses e por isso sinto que me falta ainda um bocadinho, mesmo em relação a algumas questões físicas, mas estou a um nível muito aceitável. Por mim não hesitava um segundo em participar na prova de Vila Real, porque já me sinto apto, mas terei de ser avaliado por um painel de especialistas da FIA para ver tal é possível” disse Monteiro ao AutoSport há uns dias. Mas não teve essa autorização, e por isso Tiago Monteiro não vai poder entrar em pista em Vila Real para a jornada do WTCR em Portugal. Mas, apesar de ausente em competição, o piloto português vai acompanhar todo o fim de semana com a Honda Racing mas também com um sem número de iniciativas que vão decorre por toda a cidade de modo a estar perto dos seus fãs e apoiantes.

Tiago Monteiro sabe que o seu regresso à competição está para breve mas tem de assegurar que se encontra totalmente recuperado e sem margem de regressão, minimizando assim os riscos em caso de novo embate muito característico dos circuitos citadinos: “Quero muito voltar ao ativo e é frustrante não poder correr no meu país e perante um público tão espetacular como o de Vila Real. Mas é fulcral que todos os aspetos da minha recuperação estejam a 100%. E na realidade, nove meses de recuperação em determinadas lesões é muito pouco. Estou muito perto mas há que ser paciente e acreditar que este tempo de espera vai permitir entrar mais forte”, começou por referir.

Tiago Monteiro tem, nos últimos anos, sido protagonista somando vitórias e pódios em Vila Real e vai ajudar os pilotos da equipa com todo o seu conhecimento e experiência para serem bem sucedidos numa prova exigente e sem margem para erros: “Enfrentarei a corrida de uma perspetiva diferente mas não menos gratificante. O sucesso de um piloto não se resume ao que faz ao volante mas também o que a equipa faz por si nas boxes. Sei que serei uma ajuda preciosa”, continuou.

“Para além disso vou aproveitar Vila Real para estar perto dos meus fãs e de todos aqueles que ao longo destes meses mostraram confiança e apoio na minha recuperação. Vamos também ter ao longo do fim-de-semana várias iniciativas TiagoWorld que colmatarão um pouco da ausência em pista”.

A TVI, como vem sendo habitual em Vila Real vai efetuar uma longa transmissão das corridas de Vila Real assim como as habituais transmissões do Eurosport.