Aston Martin português pode chegar aos 900 mil euros

Um raro Aston Martin DB5 Vantage nacional vai a leilão no dia 2 de Dezembro próximo, na venda de Londres da Bonhams, em New Bond Street. A estimativa compreende valores entre os 670 e os 900 mil euros.

Este Aston Martin de 1965 pertenceu a António “Tonicho” Portela de Morais e mantém-se na propriedade da família desde então. Apesar da sua raridade, está numa condição que implicará significativo investimento, para poder integrar uma colecção de excelência e precisa de um restauro completo.

Se atingir um valor compreendido entre a estimativa, após o restauro de que necessita, irá custar ao seu novo proprietário significativamente mais de um milhão de euros.

O Aston Martin DB5, apresentado em 1963, tornou-se um ícone com a associação a James Bond, nos filmes do 007, sendo mesmo o mais famoso dos Bond Cars.

Foi utilizado nessas funções pela primeira vez no filme Goldfinger, de 1964, com Sean Connery, aparecendo também nos filmes dos anos 90, com Pierce Brosnan e, já deste século, nos filmes com Daniel Craig.

A versão Vantage estava equipada com três carburadores Weber 45 DCOE, debitando 315 cavalos, um aumento significativo em relação aos 282 cavalos da versão “normal”. Assim equipado, o DB5 Vantage podia superar os 240 km/h e acelerar dos 0-100 km/h em pouco mais de sete segundos.

Produziram-se apenas 1059 exemplares do Aston Martin DB5, dos quais, apenas 65 com a especificação Vantage, fazendo deste o mais valorizado dos DB5 coupé.

Adelino Dinis

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.