Este é o carro mais valioso do mundo

Setenta milhões de dólares: é este o valor mais alto de sempre pago por um automóvel.

Motor V12 de 3 litros, mais de 300 cavalos de potência, aceleração dos 0 aos 100 km/h em 6,1 segundos, velocidade máxima de 280 km/h, são algumas das características daquele que passa a ser o automóvel mais caro de sempre. Mas não são apenas as suas especificações técnicas que justificam o valor recorde pago pelo novo proprietário, o Ferrari 250 GTO é considerado o “Santo Graal” ou o “Picasso” da casa de Maranello.

O automóvel mais caro de sempre foi fabricado em 1963, pertence ao restrito lote de apenas 36 exemplares fabricados entre 1962 e 1964. Conduzido por Lucien Bianchi e Georges Berger subiu ao lugar mais alto do pódio do Tour de France em 1964, uma das mais famosas e históricas corridas motorizadas do mundo. Durante os anos 90 foi restaurado pela DK Engineering, com sede em Hertfordshire.

O principal historiador da Ferrari, Marcel Massini, que descreveu este modelo do “Cavallino Rampante” como um dos três ou quatro melhores GTOs do mundo, confirmou que foi comprado por um empresário americano. Massini afirmou ainda que dentro de cinco anos um 250 GTO poderá valer 100 milhões de dólares.

O comprador foi David MacNeil, CEO da WeatherTech, empresa especializada em soluções de proteção de interiores e acessórios de exteriores, que também é um dos mais acérrimos colecionadores da Ferrari.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.