A perigosa F1 dos anos 50 em imagens

A primeira década da Fórmula 1 teve algumas particularidades curiosas, para além de ser pródiga em momentos emocionantes, mas também trágicos.

Nestes primeiros anos, as 500 Milhas de Indianápolis contavam para o Campeonato do Mundo de condutores, numa tentativa falhada de incluir a histórica prova americana no calendário.

A Alfa Romeo dominou os dois primeiros campeonatos, mas a Ferrari e a Maserati tornaram-se forças dominantes até meados da década, quando a Mercedes-Benz arrasou a concorrência com os revolucionários W196.

A Maserati e a Ferrari voltaram a dominar, mas por pouco tempo, porque os pequenos construtores ingleses, Vanwall, Lotus e Cooper, asseguraram a transição dos motores dianteiros aos motores centrais traseiros.

Nos pilotos, o argentino Juan Manuel Fangio destacou-se, numa década em que muitos grandes pilotos morreram em acidentes, como Peter Collins, Luigi Musso, Onofre Marimon, Luigi Musso e Stuart Lewis Evans.

Dois campeões do mundo, Alberto Ascari e Mike Hawthorn, também não sobreviveriam para ver as evoluções que a Fórmula 1 receberia nos anos 60.

Veja a nossa galeria de imagens da Fórmula 1 dos anos 50.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.