Peugeot 205 GTI blindado de bilionário à venda por valor recorde

A empresa francesa Labbé recebeu em 1990 esta encomenda fora do comum: preparar um Peugeot 205 GTI 1.9 para ter uma blindagem de nível dois, capaz de resistir a disparo de pistola, incluíndo Magnum .357 e 9mm.

A Labbé, um dos principais especialistas de em blindagem automóvel na Europa, aceitou o desafio.

O 205 GTI 1.9 foi totalmente desmontado, recebendo painéis de carroçaria com metal reforçado e com maior espessura. Os vidros foram igualmente substituídos por outros, mais grossos e resistentes. Também as suspensões e os travões foram alterados.

O interior totalmente em pele, o ar condicionado e a direcção assistida são também uma combinação de opcionais que não estavam disponíveis, em simultâneo, neste modelo.

O peso subiu dos cerca de 900 quilos para os 1400, mas o caderno de encargos inicial foi respeitado. Este exemplar foi ainda totalmente descaracterizado, sem qualquer símbolo “GTI” nos flancos e na traseira.

Falta apenas revelar o seu proprietário, o bilionário francês Bernard Arnault, dono do grupo Louis Vuitton, um dos homens mais ricos do mundo.

Arnault pretendia um automóvel pequeno e discreto, para as suas deslocações sem motorista. Este 205 GTI serviu-o bem e manteve-se na sua colecção até 2009, mas acabou por ser pouco utilizado, já que conta com apenas 14 700 quilómetros no odómetro.

Encontra-se à venda no especialista francês Arts & Revs, estando ainda registado em nome de Bernard Arnault, por 37 500 euros.

As cotações do pequeno desportivo francês têm vindo a subir consideravelmente nos últimos anos e um exemplar com estas características será a estrela de qualquer colecção dedicada ao modelo.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.