Moto2: Miguel Oliveira com brilhante 2º lugar na Argentina

Depois de ontem ter conquistado a sua primeira pole position bem como da KTM em Moto2, hoje Miguel Oliveira e a marca de Mattighofen alcançaram o primeiro pódio na categoria intermédia do Mundial ao terminar a corrida no circuito de Termas de Río Hondo num saboroso segundo lugar. Um resultado que culmina um fim de semana onde mais uma vez o piloto luso foi um dos grandes protagonistas.

Partindo da pole position, Oliveira caiu nos primeiros momentos da corrida para o quinto posto. Contudo o piloto da Red Bull KTM Ajo rapidamente ascendeu a terceiro, posição em que rodou grande parte de corrida. Miguel Oliveira distanciou-se do seu mais direto perseguidor, Thomas Lüthi, mas sem nunca baixar os braços partiu em busca dos dois homens da Marc VDS, Franco Morbidelli e Álex Márquez, que desde as primeiras voltas imprimiram um ritmo diabólico.

Na segunda metade da corrida o vice-campeão do mundo de Moto3 em 2015 esteve ao ataque volta após volta, mas não conseguiu aproximar-se de Márquez e Morbidelli. Contudo na última volta com a queda de Álex Márquez, quando este tentava ainda chegar ao triunfo, o piloto português ascendeu a um saboroso segundo lugar ao qual juntou ainda a volta mais rápida da corrida.

Quanto à vitória ficou pelo segundo Grande Prémio consecutivo nas mãos de Franco Morbidelli, que  dominou toda a corrida e nem mesmo a pressão nas últimas voltas de Álex Márquez travaram o piloto italo-brasileiro. Morbidelli deixa termas de Río Hondo no comando do campeonato, afirmando-se neste momento como o alvo a abater em Moto2.

Depois de ultrapassado por Miguel Oliveira, Thomas Lüthi realizou uma corrida em solitário e no final obteve um inesperado pódio, sendo terceiro. Lorenzo Baldassarri realizou também ele uma prova sozinho terminando num positivo quarto lugar, num fim de semana onde foi sempre dos pilotos mais rápidos em pista. Xavi Vierge foi quinto obtendo até ao momento o seu melhor resultado em Moto2, sendo secundado por Simone Corsi. Estes resultados permitiram que nas seis primeiras posições da corrida estivessem representados os quatros construtores que fazem parte desde competitivo Mundial: Kalex, KTM, Mistral e Speed Up.

Nota ainda para o positivo nono lugar do companheiro de equipa de Miguel Oliveira, Brad Binder. Partindo de um distante 24º lugar, o piloto sul-africano, que é estreante nesta categoria, obteve até ao momento o seu melhor resultado em Moto2. Já Álex Márquez, depois da queda sofrida, ainda conseguiu cruzar a linha de meta em 21º apesar do mau estado em que ficou a sua Kalex.

No campo das desilusões ficou Takaaki Nakagami, terceiro há 15 dias em Losail. O piloto nipónico teve um fim de semana para esquecer e abandonou logo nos primeiros momentos da corrida devido a queda, onde levou consigo Remy Gardner.

A próxima ronda do Mundial é o Grande Prémio das Américas, que terá lugar nos dias 21 e 23 de abril no circuito de Austin.

sem-titulo-35

Alexandre Melo