Dakar 2018: Joan Barreda imperial na 7ª etapa e Van Beveren é o novo líder

Está concluída para os primeiros pilotos a sétima etapa do Dakar que ligou La Paz a Uyni, na Bolívia, na distancia de 726 quilómetros, 425, dos quais ao cronometro, naquela que foi a primeira parte da etapa maratona.

Depois de um dia de descanso, o espanhol da Honda, Joan Barreda, apareceu este sábado decidido a vencer a tirada, a primeira em território boliviano, e liderou de inicio a fim terminando a tirada com o tempo de 5h11m10s, relegando para a segunda posição o francês, Adrien Van Beveren (Yamaha), que terminou a etapa a 2m51s do piloto espanhol.

Joan Barreda que chegou a ter uma vantagem de mais de cinco minutos a meio da etapa, acabou por abrandar o ritmo na fase final, permitindo assim a aproximação dos seus adversários.

Na terceira posição desta etapa, terminou Kevin Benavides a 8m02s do seu companheiro de equipa, depois de ter largado para esta tirada na liderança da classificação geral.

A fechar o top cinco desta primeira parte da etapa maratona, Toby Price (KTM) que gastou mais 8m43s que Joan Barreda, e Pablo Quintanilla (Husqvarna) que foi o quinto mais rápido a 8m53s do vencedor da tirada.

Com estes resultados, Adrien Van Beveren, voltou a assumir o comando do Dakar, com 3m14s de vantagem para Kevin Benavides, enquanto Joan Barreda está na terceira posição agora a 4m45s do líder da prova.

Classificação provisória da 7ª etapa