Dakar 2018: Mário Patrão fora de prova antes de arrancar

Continua aziaga a 40ª edição do Dakar para os pilotos portugueses e nem sequer a prova arrancou, algo que só acontecerá no próximo sábado. Depois da ausência de Hélder Rodrigues, os problemas físicos de Paulo Gonçalves, eis que agora chega a notícia de que Mário Patrão falhará a prova.

Uma apendicite levou à hospitalização do piloto de Seia que não seguiu viagem para a capital do Peru, Lima, local onde começará a corrida. Um azar inesperado e que travou o piloto português que pelo segundo ano consecutivo iria participar no Dakar inserido na estrutura KTM – seria um dos sete pilotos oficiais – aos comandos da nova 450 Rally. Esta será a primeira vez que Mário Patrão falhará o Dakar desde 2013.

O momento mais alto desta aventura, onde paulatinamente tem vindo a ganhar espaço. surgiu em 2016 quando foi 13º na classificação geral e conquistou a classe Maratona. Em 2017 o pluricampeão nacional de todo-o-terreno quedou-se pelo 20º posto, num Dakar onde a preparação para a prova foi seriamente comprometida. Isto porque fraturou uma perna devido a uma queda durante o Rali TT Reguengos de Monsaraz, prova pontuável para o Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno.