Super Cub Surfer: Um clone da Honda Super Cub

Por ocasião da celebração dos 100 milhões de unidades produzidas da Honda Super Cub fomos à procura de referências que pudessem ter sido inspiradas na mesma que que trouxessem algo de atualidade considerando as actuais tendências de mercado e encontrámos a preparação perfeita, pronta para nos levar ao próximo evento da Wheels and Waves, a Super Cub Surfer “El Gordo”.

A “El Gordo” foi construída pelo preparador holandês KRUK, lideradas por Mark Van Meerkerk e por Ton Everaers, que após a sua rotina diária profissional se embrenham no seu atelier até altas horas da noite a idealizar e a desenvolver novos conceitos em duas rodas.

O Mark é um dos surfistas topo no panorama desportivo da modalidade na Holanda e trabalha como engenheiro mecânico tendo muita experiência na preparação de motos, tendo construído para si e para clientes uma série de projectos nos últimos anos.

O Ton é um graphic e audiovisual designer e tem como hobby colecionar motos e carros clássicos e apaixonou-se pela onda classic custom que existe actualmente. O projecto “ El Gordo” foi idealizado e executado por ambos no atelier de Ton nos subúrbios de Roterdão.

O “El Gordo” tem por base um clone da Honda Super Cub fabricado na China e importado na Holanda pela empresa Super Motor Company, que tem sede em Amsterdão. E foi a partir de uma moto absolutamente nova que desenvolveram todo o projecto.

Como ambos são surfistas decidiram desenvolver um projecto que incluísse um suporte de prancha. Pode parecer à primeira vista que não se realizaram grandes alterações para além da pintura e o suporte da prancha mas alterações foram profundas e muito subtis. Aliás o projecto inclui um mix de peças da Honda , da Yamaha e até mesmo de uma Puch, compradas na internet.

O guarda lamas traseiro foi cortado e no topo do mesmo foi colocado um porta-bagagens. O banco foi substituído por um outro totalmente feito à mão e forrado com um material anti-deslizante. No meio do banco foi colocado o acesso directo ao tampão do depósito de combustível.

A KRUK decidiu que o look plástico original da Cub não era compatível com projecto “ El Gordo” por isso desmontaram totalmente a dianteira da moto e a direção da mesma, tendo reconstruído cada um dos seus elementos nomeadamente o próprio farol e guiador. O guiador é de uma CB dos anos 70 e os punhos são Beston.

O objectivo era de manter a “El Gordo” legal para poder circular na via pública por isso manteve-se a iluminação e os piscas obrigatórios. As alterações na frente da moto foram profundas o que obrigou a reposicionar a ignição e o botão de arranque. Os vários interruptores e botões foram “importados “de uma Honda Dax e todos os fios e instalação eléctrica colocada ou dentro do guiador ou do quadro. Até mesmo a buzina e o sensor do descanso lateral foram mantidos de acordo com as características originais.

Procederam-se também a algumas alterações no motor e desempenho do mesmo. Juntou-se um escape especial, um filtro de ar de maior fluxo e injectores mais abertos para dar um pouco mais de alma ao motor da Cub.

A suspensão foi melhorada com novos amortecedores duplos na traseira. Na roda traseira optou-se por montar o pneu mais largo possível tendo em conta a dimensão do braço oscilante, um 3.00×17 Heidenau K58.

A inspiração para os acabamentos finais da “El Gordo” surgiram de um acaso, a cor que acabou por ser a escolhida para pintar a “el Gordo” foi a mesma cor que estava numa caixa de cartão da Marlboro onde puseram algumas das peças para pintar, um castanho alaranjado que era exactamente o que Mark e Ton pretendiam.

Parte das peças foram lacadas de preto acetinado, tal como o guiador e os aros das rodas. O suporte para a prancha de surf foi fabricado também por ambos e forrado com fita de pele da cor caramelo, do tipo que forra os guiadores de bicicletas.

No final o objectivo tinha sido conseguido, o de produzir uma moto que não fosse cara e que pudesse ser facilmente reproduzida no caso de algum cliente pretender uma réplica. A estar totalmente legal para circular torna-se na moto ideal para chegar a aquelas praias remotas com a prancha para um grande dia de surf.

Fontes: KRUK Customs, Ollywood Surfboards, Bike Exif, Fotos de Aad Hoogendoorn

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.