Triumph cresce 50% em 2017 em Portugal

A Triumph terminou o ano de 2017 com um crescimento de 50% em unidades matriculadas face ao ano anterior, no que foi o melhor desempenho comercial de sempre da marca britânica em Portugal.

O ano de 2017 foi bastante positivo para o mercado das motos em Portugal, com 10.299 motos, acima de 125cc, matriculadas, representando um crescimento de 36,2% em relação ao ano anterior.

A Triumph Motorcycles, representada em Portugal pela KMS Lda. desde 2013, conseguiu para a marca o seu melhor ano de sempre, confirmando a tendência de crescimento e reimplementação da marca em Portugal, depois de um passado atribulado desde que a marca regressou aos mercados no início dos anos 1990.

Com 253 matrículas efectuadas entre janeiro e dezembro do ano transacto, a Triumph cresceu 50,6%, um resultado que premeia o trabalho desenvolvido nos últimos anos pela KMS. Em 2017 foi atingido o primeiro patamar de crescimento estabelecido nos objectivos da empresa. Com a abertura do novo showroom em Lisboa, de acordo com o conceito premium da marca, o Triumph World Store, foi iniciada uma nova fase de expansão que levará, já em 2018, à abertura do World Store na cidade do Porto.

Relativamente aos modelos preferidos pelos clientes da marca, sem grande surpresa, a icónica Triumph Bonneville foi a moto mais procurada em 2017, com a versão T100 a superiorizar-se à restante gama. Toda a história, herança e estilo desta moto referencial, lançada pela primeira vez em 1959, mantém-se na actualidade, agora, naturalmente, associada a tecnologia de ponta, qualidade de construção e atenção ao detalhe, próprios de uma marca de prestígio como a Triumph.

Logo a seguir ficou, na escolha dos clientes da marca, a Tiger 800, uma das trail de média cilindrada de referência do mercado.

Para 2018, o responsável de vendas e marketing da marca em Portugal, Vitor Sousa, espera “mais um ano de crescimento, sustentado na renovação que estamos a empreender nas nossas instalações, na imagem e no posicionamento da marca através de um forte investimento da KMS, que já vem de 2013, e também numa gama que se renova constantemente, melhorando bastante o produto disponível, e que este ano nos traz modelos irresistíveis como as novas Tiger 800 e 1200, e ainda a Bobber Black e a Speedmaster.”