Novos Renault Clio e Captur Bi-fuel já têm preço

09/04/2020

A Renault dá início à comercialização das versões a GPL dos novos Clio e Captur. As versões Bi-Fuel do Renault Clio e do Captur estão associadas a uma caixa manual de cinco velocidades.

 

Todas as versões Bi-fuel são montadas em fábrica, o que demonstra que não existem quaisquer cedências em matérias tão importantes como qualidade, fiabilidade (os planos de manutenção e as garantias são em tudo idênticas às versões a gasolina ou diesel) e segurança. Aliás, neste aspeto, sublinhe-se que o motor TCe 100 Bi-Fuel é equipado com válvula de retenção, limitador de enchimento a 80%, limitador de fluxo, electroválvula e válvula de segurança.
Ao propor uma motorização Bi-Fuel nos Novos Clio e Captur, a Renault oferece uma solução com um preço muito competitivo (apenas 800€ de diferença em relação às versões equipadas com o mesmo motor a gasolina), bem como índices de fiabilidade e de segurança ao nível das versões a gasolina e diesel, mas com custos de utilização verdadeiramente imbatíveis.
Com efeito, é importante sublinhar que o preço por litro do GPL é sensivelmente metade do valor praticado para a gasolina e cerca de 40% inferior ao gasóleo. Pelo que, mesmo que o consumo de GPL seja superior, como o preço de aquisição do combustível é muito mais reduzido, também o custo de utilização por quilómetro é significativamente inferior.
Para uma quilometragem anual de 20.000 km, realizada maioritariamente recorrendo ao GPL, a diminuição no custo do combustível ascende a quase 450 euros quando comparado com o motor a gasolina com a mesma potência. Para o diesel, o valor necessário para percorrer a mesma quilometragem é praticamente o mesmo.
Tanto o Clio como o Captur Bi-Fuel podem funcionar indiferenciadamente a gasolina ou a GPL. Para tal, ambas as versões contam com dois reservatórios distintos que, quando atestados, oferecem uma autonomia combinada superior a 1000 km.
Esta capacidade de utilizar duas fontes de combustível assegura uma capacidade de deslocação ilimitada, já que todas as estações de serviço disponibilizam gasolina e, só em Portugal continental, uma em cada quatro já é equipada com equipamentos de abastecimento com GPL.
O aumento da segurança deste tipo de sistemas de GPL também permite que, hoje, os automóveis com eles equipados possam estacionar em parques subterrâneos e não sejam obrigados a circular com o discriminatório dístico azul.
A integração do sistema de GPL nos automóveis Renault é feita diretamente na linha de montagem.
Desde o momento da sua conceção e desenvolvimento, o novo motor a gasolina foi pensado para funcionar igualmente a GPL. O reservatório suplementar, em aço de alta resistência, não rouba espaço ao interior ou à mala, já que foi integrado no lugar reservado à roda suplente e devidamente afastado do congénere que alberga gasolina. Os dispositivos técnicos de segurança incluem uma válvula anti-retorno, um sistema que impede abastecimentos acima dos 80% da capacidade do depósito, um limitador de débito, uma electroválvula e uma válvula de segurança.
Atestar o depósito de GPL (com 32 litros de capacidade no Novo Clio e 40 litros no Novo Captur) é um processo igualmente simples e rápido, não demorando mais de 2 minutos.
Com o nível de equipamento Intens, o Novo Renault Clio TCe 100 Bi-Fuel está disponível pelo valor de 18.610 euros. Quanto ao Novo Renault Captur, é proposto com os níveis de equipamento Zen e Exclusive, o primeiro pelo preço de 20.790 euros e o superior pelo valor de 22.590 euros.