Chegaram os primeiros Mini com novo logótipo

Foram apresentados os renovados Mini 3 portas, Mini 5 portas e Mini Cabrio, os primeiros modelos da marca a receber o novo símbolo apresentado em finais de 2017. Além disso, existem melhorias nos motores, retoques na imagem e passa a ser possível integrar já os novos componentes 3D para o habitáculo criados pelos próprios clientes.

A Mini acaba de revelar as informações sobre a renovação dos modelos de três portas, de cinco portas e descapotável da geração que chegou ao mercado em 2014. O destaque principal vai para a nova imagem de marca, com o redesenhado logótipo já colocado no capot, portão da mala e volante, mas as mudanças são mais extensas e incluem, por exemplo, a inclusão do novo serviço de personalização 3D designado como Mini Yous Personalized. Com a imagem a receber ligeiras alterações, destaque para a introdução de novos elementos tecnológicos tanto no exterior como a bordo dos modelos. A gama é composta por sete motores, cuja eficiência sobe até 5%, e passa a ser utilizada a nova transmissão automática revelada no final do último ano.

Os renovados Mini 3 Portas e Mini 5 Portas têm uma gama de motores composta por um quarteto a gasolina e um trio diesel. Na primeira vertente encontramos as versões First (75cv), One (102cv) Cooper (136cv) e Cooper S (192cv), enquanto a oferta a gasóleo é composta pelos One D (95cv), Cooper D (116cv) e Cooper SD (170cv). No caso do Mini Cabrio, as versões menos potentes tanto a gasolina como a gasóleo não estão contempladas. Por saber ficam, no entanto, as alterações que vão ser efetuadas no mais poderoso e desportivo Mini John Cooper Works, que de momento debita 231cv.

São referidas alterações na gestão eletrónica, desenho dos turbos, coletores da admissão, sistema de refrigeração e escapes para aumentar a eficiência e peso dos propulsores. Entre as modificações destaque para a utilização de uma cobertura do motor em fibra de carbono (material reaproveitado da produção dos BMW i3 e BMW i8) e ainda para o aumento da pressão máxima de injeção nos motores a gasolina, dos 200bar para os 350bar.

Relativamente às transmissões, surge de série a caixa manual de seis velocidades, embora a Steptronic de sete velocidades esteja disponível como opção nas versões acima dos 100cv. Esta é a nova caixa que foi revelada no final do último ano, fazendo por isso a sua estreia nos modelos da marca, mas que não será utilizada para variante Cooper SD. Isto porque a versão mais potente a gasóleo dos renovados Mini 3 Portas, Mini 5 Portas e Mini Cabrio faz uso da Steptronic de oito relações.

Na estética o maior destaque vai, além da chegada do novo logo, para as alterações nos grupos óticos. Além de ser possível substituir os faróis de halogéneo pela iluminação LED (que são de origem a partir das versões Cooper e estão mais potentes), especial referência para a chegada da tecnologia Matrix LED. Com os díodos agrupados em quatro secções, os renovados Mini ligam e desligam seletivamente cada uma delas de forma a fazer a comutação automática das luzes a partir dos 70 km/h, evitando o encandeamento dos outros condutores. Na traseira está outra novidade neste campo, já que os farolins LED ganham a imagem da Union Jack (bandeira do Reino Unido), uma ideia já vista anteriormente em protótipos como o Superleggera Vision de 2014 e o Eletric Concept de 2017, e que agora chega à produção.

No exterior destaque também para as novas cores metalizadas na palete, que inclui agora o Emerald Grey, o Starlight Blue e o Solaris Orange. Chega também às opções o acabamento piano black, com tonalidade preto brilhante em locais como a grelha e envolvência das óticas. Os renovados Mini 3 Portas, Mini 5 Portas e Mini Cabrio passam a poder contar também com as novas jantes de 17’’ de nome Rali Spoke.

A bordo o principal destaque vai para a inclusão da personalização 3D com peças criadas pelos próprios clientes através do serviço Mini Yours Personalized. Além disso, a marca afirma ter redesenhado o volante multifunções e destaca a inclusão da informação sobre consumos na instrumentação. Foi ainda introduzido um compartimento com carga por indução dos smartphones, localizado no túnel central. No sistema multimédia passa a ser possível contar, opcionalmente, com um ecrã tátil a cores de 6,5’’ e os clientes podem ainda requisitar a compatibilidade com Apple Car Play. Destaque ainda para a hipótese de ter um pequeno projetor colocado no retrovisor do lado do condutor, que ilumina o chão com o símbolo da marca.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.