Daimler: suspeita de cinco dispositivos de fraude de emissões

A entidade rodoviária germânica KBA terá, alegadamente, encontrado cinco “dispositivos ilegais de desativação ” dos controlos de emissões em motores da Daimler, utilizados para uma alegada manipulação de emissões.

A Automotive News, citando o jornal Bild am Sonntag anuncia que existem suspeitas da presença de cinco dispositivos ilegais em motores Daimler, que poderiam dar origem a uma manipulação de emissões. De acordo com o referido jornal, estes dispositivos, descobertos pela KBA, estariam a ser utilizados na nova frota de modelos da companhia equipados com motores Diesel que já cumprem a norma Euro 6. No total, são cerca de um milhão de veículos que supostamente incluem os dispositivos.

Um porta-voz da Daimler recusou comentar as suspeitas, sublinhando que a companhia está a cooperar “de forma completa e transparente com a KBA e com um Ministério Federal dos Transportes”, escreve o referido meio de informação. A entidade rodoviária suspeita que os recursos de controlo de emissões dos motores permitam uma poluição excessiva sem deteção.

Recorde-se que a KBA, no passado mês de maio, convocou a Audi para dar respostas a propósito de suspeitas de novas burlas de emissões, estando o organismo atento e procedendo a investigações nesta matéria.