Dez dígitos na multa da Volkswagen na Alemanha

É sem dúvida bem chorudo o cheque que a Volkswagen terá de passar às autoridades devido ao ‘Dieselgate’. Está confirmado que o grupo foi multado em mil milhões de euros na Alemanha pela fraude de emissões que cometeu durante quase uma década e que envolveu mais de 10 milhões de viaturas.

São sem dúvida muitos zeros, mas é o montante que o Grupo Volkswagen terá de pagar na Alemanha por infringir as leis e cometer a fraude de emissões que ficou mundialmente famosa como ‘Dieselgate’. Foi agora confirmado que o consórcio foi condenado pelas autoridades com uma das mais pesadas multas de sempre, devido à utilização de um software que alterava o comportamento dos sistemas de controlo de gases poluentes das viaturas em teste.

Desta forma, fica comprovada a penalização pelo chamado ‘defeat device’ que equipou 10.7 milhões de automóveis entre 2007 e 2015. Este valor terá um impacto nas contas da empresa, já que, segundo a analista Evercore ISI, a verba não estava prevista no total de 28.5 mil milhões de euros de provisões que estavam cativos para responder aos encargos causados pelo ‘Dieselgate’.

Mas, os problemas podem não ficar por aqui. Ou seja, se os processos judiciais do estado germânico estarão prestes a ser concluídos com esta condenação em que a VW foi multada em mil milhões de euros, os custos desta fraude podem ainda aumentar com as queixas apresentadas em tribunal pelos clientes da marca.

Ainda assim, o desfecho na Alemanha acabou por ser bastante mais favorável do que nos Estados Unidos, onde a compensação pedida em janeiro de 2017 à empresa pelo Dieselgate se elevou aos 4.3 mil milhões de dólares. No cenário europeu, destaca-se ainda outra grande consequência desta fraude, e que foi a introdução de regras mais exigentes, e com multas mais pesadas, para quem infrinja as leis de emissões no espaço comunitário.

Fonte: Automotive News Europe

Nuno Fatela/Turbo