Elextra EV estará no mercado em 2019

Este potente desportivo elétrico, que volta a marcar presença no Salão de Genebra, procura rivalizar com propostas como o Porsche Mission E e o NIO EP9. E não faltam armas ao Elextra EV para esta intensa batalha no campo dos superdesportivos elétricos

Depois de já ter estado presente no Salão de Genebra de 2017, o Elextra EV vai agora regressar ao mesmo palco para a 88ª edição do evento. Mas agora com muito mais informações para dar a conhecer. Desde logo o preço, colocado nos 450.000€, para a produção limitada a 150 unidades que começa a sair das linhas da fábrica em 2019. E se o Elextra EV tiver sucesso, a marca pondera mesmo vir a alargar a sua oferta. Segundo explicou, não existem ainda planos para outros modelos, mas esta companhia pode seguir o exemplo de outros novos fabricantes de veículos elétricos e avançar para mais segmentos, além de não excluir “uma segunda geração de superdesportivos”.

O que torna o Elextra EV tão interessante? Existem alguns traços que despertam a curiosidade no seu design, mas é especialmente a motorização que faz os fãs do automóvel arregalar os olhos. Este desportivo com quatro portas poderá transportar quatro passageiros e oferecer uma bagageira de 400L graças à arquitetura ‘dual motor’ em que os propulsores têm apenas 50% das dimensões dos motores elétricos habituais e novas tecnologias que limitam a necessidade de componentes de refrigeração. O que não limita, no entanto, a sua potência, pois ela vai estar colocada nos 670CV, ou a autonomia anunciada, de 600km.

E isto vai significar uma aceleração até aos 100km/h em apenas 2,3 segundos (menos 0,4 segundos que o rival NIO EP9 e um segundo abaixo do esperado para o adversário Porsche Mission E) e uma velocidade máxima de 330 km/h. O roadster da Tesla será mais rápido, com um sprint 0-100km/h em apenas 1,9 segundos, mas apenas transporta dois passageiros. A dinâmica de condução sai ainda valorizada por opções como a inclusão de um sistema de tração inteligente para máxima tração, bem como a produção com um chassis, carroçaria e jantes em compósitos de carbono e motores de peso reduzido.

Na estética destacam-se dois elementos principais neste perfil extremamente aerodinâmico do Elextra EV. O primeiro é o formato numa linha contínua de LEDS da iluminação na dianteira e na retaguarda, que confere exclusividade ao estilo pois esta opção tem surgido principalmente em modelos topo de gama. Mas o mais revelante é o logo “X” formado pelos vincos do capot e as linhas que se prolongam desde o teto até às laterais. Além do efeito estético, a marca refere que este elemento na parte posterior gera tanto downforce como uma asa, mas com a vantagem de não obstruir a visão.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.