Jeep Renegade renovado estreia motores turbo a gasolina

O Jeep Renegade renovado tem novos argumentos sobretudo no que respeita à motorização. O modelo, que estreia os novos motores turbo a gasolina da FCA, chega em setembro aos mercados da Europa.

A lista de alterações do renovado Jeep Renegade é consideravelmente ampla: desde os propulsores, em que a principal novidade é a estreia dos novos motores turbo a gasolina do Grupo Fiat-Chrysler, às alterações estéticas – em particular as novas óticas em LED e as jantes de 19” – passando pelos equipamentos de segurança adicionais. A proposta chega aos concessionários europeus da Jeep em setembro, com um preço ainda por revelar.

O Jeep Renegade materializa o investimento da marca norte-americana no segmento dos SUV compactos, destacando o fabricante as capacidades do modelo para todo-o-terreno mas também o caráter pragmático para a circulação em cidade. Chegou a altura da Jeep renovar esta proposta e, no que respeita ao exterior, as alterações passam por uma dianteira atualizada e as óticas em LED. A oferta de jantes inclui dimensões que vão desde as 16 às 19 polegadas.

A lista de atualizações propostas para o habitáculo do Jeep Renegade renovado abrangem uma nova consola central e outros aspetos funcionais como o ecrã tatil de 4, 7 ou 8,4 polegadas (compatível com a Apple CarPlay e Android Audo). Os equipamentos de segurança foram reforçados com o sistema de Alerta de Saída de Faixa, o Cruise Control Inteligente e o Reconhecimento de Sinais de Trânsito, entre outros. A versão Limited contempla ainda o sistema de Travagem Automática e de Alerta de Colisão.

O principal enfoque da atualização ao modelo incide sobre os motores. O Jeep Renegade estreará os novos motores turbo a gasolina do Grupo FCA, disponíveis em duas versões: a de 1.0l de três cilindros, capaz de debitar 120 cv de potência e 190 Nm de binário, associada a uma caixa manual de seis velocidades, e a de 1.3l de quatro cilindros, que desenvolve 150 ou 190cv, dispondo de uma caixa automática de 9 velocidades. A gama de motores completa-se com o bloco de 1.6l de 120cv e o de 2.0l turbodiesel multidiesel de 140 ou 170cv (que incorpora o SCR – Selective Catalytic Reduction).

As linhas de equipamento distinguem-se entre a Limited, Longitude, Sport e Trailhawk. Sobre esta última, importa referir que a versão Trailhawk do Jeep Renegade, compreende uma suspensão independente no eixo traseiro e que se destaca também pelo aumento da distância ao solo em 210mm. É a receita certa para um bom desempenho em “off-road”.

O Jeep Renegade chegará aos mercados europeus em setembro, com preços ainda por divulgar.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.