Como o monstro elétrico da VW vai ser recarregado em Pikes Peak

Para vencer a “corrida até às nuvens” o Volkswagen I.D. R Pikes Peak precisa de… carga elétrica. Uma vez que a prova é feita na montanha, os carregamentos têm as suas condicionantes. Saiba como o elétrico será carregado no percurso.

O Volkswagen I.D. R Pikes Peak promete fazer história na mítica prova de Colorado mas nem tudo é fácil. A marca germânica planeia detalhadamente todas as operações para ser bem sucedida e o carregamento do seu desportivo elétrico é uma óbvia preocupação. Dizem os regulamentos da prova que se o participante for forçado a suspender a corrida por questões de segurança tem apenas 20 minutos para dar início a uma segunda tentativa. Significa que o carregamento terá de ser garantido num curto espaço de tempo, o que faz aumentar o calor, entre outros problemas.

O pacote de baterias está dividido em duas secções – uma localizada atrás do cockpit e outra numa zona próxima – colocado desta forma para entregar o máximo de potência possível. Importa recordar que os dois propulsores debitam 680cv e 650 Nm de binário, possibilitando acelerações do I.D. RPikesPeak dos 0 aos 100 km/h em apenas 225s. De modo a carregar o pacote de baterias mantendo a temperatura o mais baixa possível, a Volkswagen utiliza dois carregadores rápidos, cada um com 90 kW de capacidade. O problema principal, neste aspeto, reside na temperatura ambiente do paddock, que pode oscilar entre o frio e os 30ºc. Neste último caso, a Volkswagen utiliza ventoinhas de arrefecimento. E a carga nem sequer é garantida por geradores Diesel. Na montanha, a Volkswagen utilizará um gerador alimentado por glicerol, que praticamente não emite fumos ou resíduos nocivos. Explica Marc-Christian Bertram, Chefe de Elétricos e Eletrónica da Volkswagen Motorsport que “o gerador alimentado por glicerol não só fornece o I.D. Pikes Peak com eletricidade amiga do ambiente antes das sessões de treino e da corrida, como também todos os dispositivos elétricos” da área das boxes, abrangendo desde os computadores portáteis dos engenheiros às máquinas de café.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.