Nissan retoma produção das fábricas no Japão

A Nissan retomou as operações de cinco das suas fábricas no Japão, restando apenas restabelecer os trabalhos na fábrica de Quioto. Falhas nas inspeções finais, conduzidas por técnicos não-certificados, ditaram o encerramento temporário de estas instalações do fabricante.

Cinco das fábricas da Nissan no Japão que tinham encerrado temporariamente por anomalias nos procedimentos de inspeções finais retomaram a atividade. Segundo a Nissan, o Ministério dos Transportes japonês validou as propostas que o fabricante apresentou de alteração aos procedimentos de inspeções finais.

“A Nissan lamenta qualquer inconveniência e preocupação que este problema tenha causado aos nossos prezados clientes e acionistas no Japão”, disse a Nissan em comunicado, citado pelo meio local Channel News Asia.

Resta a fábrica de Quioto retomar a produção, o que não aconteceu até à data. A produção doméstica da Nissan estava suspensa desde o dia 19 de outubro e a marca nipónica anunciou o recall a 1.2 milhões de unidades vendidas nos últimos três anos.

Recorde-se que a Nissan também esteve implicada no escândalo da fraude de metais que atingiu fabricantes no Japão.