Quando a Opel usou foguetes para bater recordes de velocidade

Opel e foguetes espaciais. Uma associação que talvez nunca pensasse que alguém fizesse, mas não só o fez como aconteceu há exactamente 90 anos. Saiba como o Opel RAK 2 serviu de precursor aos foguetes.

Viajamos no tempo, ao dia 23 de maio. Os ponteiros do relógio assinalavam as 10 horas quando excêntrico automóvel emergiu numa reta em Avus, Berlim, a uma insana velocidade. Era o Opel RAK 2 e a bordo seguia Fritz von Opel, neto de Adam Opel, fundador da marca. O automóvel tinha asas e por pouco não voava, atingindo na reta o recorde de 238 km/h. O segredo era o recurso à ignição progressiva de 24 foguetes de combustível sólido montados atrás do eixo traseiro.

Constituindo um recorde mundial, o Opel RAK 2 demonstrou que a propulsão com foguete era potente e controlável. A ideia baseou-se na pesquisa do astrónomo austríaco Max Valier, despertando o interesse do fabricante alemão, que apoiou o projeto. Juntou-se posteriormente Friedrich Sander, proprietário de uma empresa de foguetes, iniciando-se a construção do propulsor para o automóvel. Seguiram-se os primeiros testes em Rüsselsheim, em março de 1928, com um propulsor que contava com 12 foguetes Sander com cerca de 40kg de material explosivo. A imprensa reagiu extraordinariamente ao projeto.

eguiu-se a pista de Avus para os testes. O Opel RAK 2 apresentava-se como um vanguardista automovel com 24 foguetes, um comprimento de 4,88 metros e uma aerodinâmica apurada. Tinha também duas asas laterais grandes. Já os dados do propulsor especificavam uma capacidade de impulsão de seis toneladas. A partir daqui fez-se história e seguiu-se projetos como o RAK 3 e o da aeronave Opel-Sander RAK 1.

Infelizmente – e coincidindo com a Grande Depressão – a Opel teve de mudar o seu foco exclusivamente para o desenvolvimento de veículos para as pessoas. Ainda assim, inscreveu-se um capítulo nos primórdios daquilo que hoje denominamos por foguetes e a Opel demonstrou empenho na pesquisa e desenvolvimento de motorizações alternativas, uma área em que a marca continua a apostar no presente.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.