Este país recolhe dados sobre consumidores através dos carros

Um diretor executivo da Mercedes revelou que empresas chinesas estão a recolher informações sobre os consumidores através das viaturas, vendendo depois os dados recolhidos.

A ideia de que informações sobre os consumidores estão a ser recolhidas por empresas chinesas foi avançada por Claus Ehlers, diretor executivo da Mercedes, durante o evento ‘The Future of Mobility Summit’, segundo o meio informativo CarScoops. O responsável revela que foi abordado por uma companhia da China com uma proposta de venda de informação recolhida de todos os condutores de veículos da Mercedes no país.

Claus Ehlers desenvolveu a ideia indicando que a empresa em questão combina a informação recolhida com dados do governo, construindo, desta forma, perfis sobre os consumidores. Um dos exemplos de uso desses dados poderá ser o cálculo do montante que os consumidores estão dispostos a gastar num veículo, tal como, caso o consumidor conduza frequentemente rápido, as marcas tentariam vender um carro mais potente.

O responsável revela ter sido inclusivamente interpelado com uma lista de condutores chineses que partilham os mesmos perfis e hábitos que os consumidores da Mercedes mas que são proprietários de automóveis de outras marcas. A Mercedes terá recusado por respeito a privacidade.

Considerando o desenvolvimento dos serviços de conetividade e da tecnologia a integrar nos automóveis atuais, esta revelação torna mais pertinente discutir questões relativas à privacidade. Recorde-se que a publicidade nos sistemas de infoentretenimento é uma realidade que está próxima…