Reino Unido vai obrigar gasolineiras a ter pontos de carga elétricos

Está a ser apresentada nas ilhas britânicas uma nova legislação destinada a acelerar a implementação de veículos elétricos e autónomos, onde é também novidade a especificação das responsabilidades no caso de acidentes com estes carros em piloto automático.

O Reino Unido prepara-se para obrigar os responsáveis dos maiores postos de abastecimento de combustível do país, bem como todas as áreas de serviço em autoestrada, a oferecer postos de carregamento de veículos híbridos de Plug-In e elétricos. Esta medida, a que se junta a expansão dos pontos de carga em ambiente urbano, pretende duplicar a rede de abastecimento para veículos de emissões 0 no país. Evitando projetos mais megalómanos, como a grande “eletrolineira” prevista para Espanha, esta é uma solução que poderá dar resposta a um dos grandes entraves aos veículos elétricos no Reino Unido, como em Portugal, e que é a escassa rede de abastecimento.

Estas medidas fazem parte da ‘Automated and Eletric Vehicles Bill’, que vai contar com um investimento de 1,35 mil milhões de euros para fomentar as indústrias de veículos elétricos e autónomos. Outro ponto importante desta lei passa pela definição de responsabilidades em caso de acidente com veículos não-tripulados. Em condições normais é a seguradora do veículo a assumir as culpas, mas existem duas exceções. Se o carro não tiver seguro, ou se o proprietário for negligente, alterando o software ou não instalando atualizações importantes, passa a ser ele a arcar com as despesas causadas por acidentes.

Nuno Fatela

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.