Smartphone, a próxima chave do seu automóvel

O desenvolvimento da tecnologia dos smartphones e dos automóveis alcança patamares incríveis e este é mais um desses exemplos. A partilha de uma chave digital que abre as portas dos carros é um sistema estudado por vários fabricantes.

O smartphone é um elemento indispensável nos dias de hoje, permitindo operações que vão para além da “simples” chamada telefónica. Servindo de GPS, de câmara de filmar/fotografar e até de televisão, este pequeno aparelho que cabe num bolso pode vir a substituir a tradicional chave do carro. O Car Connectivity Consortium (CCC) apresentou o sistema “Digital Key Release 1.0” aos fabricantes membros da organização. O objetivo passa por facilitar a mobilidade partilhada, simplificando o seu funcionamento.

Significa que o CCC pretende uniformizar o sistema e tornar a partilha de chaves digitais que abrem viaturas mais simples. De uma forma resumida, um condutor poderá receber e enviar a chave digital a outro utilizador do automóvel e o smartphone conseguirá depois destrancar o carro e ligar o motor – tal como funcionam as chaves tradicionais.

Leia também: Chave do carro como multibanco?

Para o próximo ano, o consórcio planeia apresentar uma versão mais desenvolvida do sistema, a 2.0, referindo que, para proteger os utilizadores, a abertura de portas só poderá ser feita quando o smartphone autorizado entra em contacto direto com a viatura. O Car Connectivity Consortium conta com membros como a BMW, a Honda, a Hyundai, a Mazda, a Mercedes, a Mitsubishi e a Volkswagen, entre outras marcas de diversas áreas.

Recordamos que a utilização do Emov, o primeiro serviço de car-sharing 100% elétrico de Lisboa, já é controlada partir do smartphone.