Ypsilon, o primeiro automóvel integralmente elétrico da Lancia

28/05/2024

O Grupo Stellantis, dona da Lancia, revelou, finalmente, o modelo que relança a marca italiana, recuperando um nome com história, e introduzindo uma opção 100% elétrica, ainda que haja uma variante híbrida MHEV (mild-hybrid) de 48V: o Ypsilon apresenta-se como um hatchback premium do segmento B, dispondo de um grupo propulsor de 156 cv/115 kW e uma bateria de 51 kWh.

 

Baseado na plataforma multienergia CMP (Common Modular Platform), estrutura modular apta para motores 100% elétricos e híbridos, o Ypsilon elétrico tem uma autonomia de até 403 km, no ciclo combinado WLTP, que, segundo a marca, ultrapassa os 500 km em ambiente urbano.

A Lancia confirmou também a chegada de um segundo e terceiro modelos: o Gamma será introduzido em 2026 e o Delta em 2028.

O seu carregamento rápido leva até 24 minutos para elevar a carga da bateria de 20% a 80%. No mesmo registo, em 10 minutos o utilizador adquire energia para percorrer 100 km em 10 minutos.

O modelo consome entre 14,3 e 14,6 kWh a cada 100 km, de acordo com o fabricante.

O Ypsilon estará disponível em três versões de acabamento: Lancia Ypsilon; Lancia Ypsilon LX; e Lancia Ypsilon Edizione Cassina.

Lançamento comercial
Depois de Itália, a Lancia regressará aos restantes mercados da Europa. Bélgica, Luxemburgo e Países Baixos serão os primeiros países europeus onde o novo Lancia Ypsilon será introduzido, seguindo-se Espanha e França. Em 2025, é a vez de Portugal e da Alemanha.

Exterior

A secção frontal do Lancia Ypsilon recorda a histórica grelha da Lancia, o cálice, com três feixes de LED, tal como os faróis redondos de LED na traseira, homenagem ao Lancia Stratos, lenda dos ralis, e contendo a letra “Y” disposta horizontalmente. Os dois faróis traseiros enquadram, também, o novo lettering “Lancia”. O lettering “Ypsilon”, à frente e atrás, está escrito em caligrafia, inspirando-se, segundo a marca, em automóveis emblemáticos da Lancia, como o Fulvia, o Flavia e o Flaminia. No pilar C, está o escudo Lancia.

Interior

Para o interior, a Lancia fez uma parceria com a Cassina, marca italiana do setor do mobiliário de alta gama, para que, desde a escolha dos materiais até à escolha das cores, fosse criado um ambiente hospitaleiro e acolhedor, tendo sido colocada uma mesa multifunções Cassina.

O S.A.L.A. (Sound Air Light Augmentation) é o sistema de infotainment que centraliza as funções de áudio, ar condicionado e iluminação, permitindo ao condutor e ao passageiro adaptar o ambiente interior, contando o condutor com um ecrã duplo de 10,25”.

PARA DESENVOLVER O MODELO, A LANCIA DESTACA A APOSTA QUE FEZ NO BEM-ESTAR A BORDO, ISOLAMENTO ACÚSTICO E PRAZER DE CONDUÇÃO.

O S.A.L.A. está também equipado com CarPlay e Android Auto wireless de série, carregador de telemóvel sem fios e três tomadas USB-C.

O veículo está equipado de série com condução autónoma de Nível 2, que permite uma condução mais segura em ambientes extraurbanos, sendo ajustada automaticamente a velocidade de cruzeiro e a trajetória através do Cruise Control Adaptativo e da Centragem na Faixa de Rodagem. A condução autónoma de Nível 2, que pode ser ativada entre os 30 e os 150 km/h, inclui o Traffic Jam Assist (Assistente de Engarrafamentos) com a função Stop&Go.

Lancia apresentará uma versão HF para cada novo futuro modelo da marca. Para já teremos um Ypsilon HF
O Lancia Ypsilon HF representa a expressão da alma mais competitiva e de performance da marca. E nesta ressurreição da marca italiana, o logótipo HF vai também regreesar A Lancia anuncia a vinda de um Ypsilon HF que terá um porte rebaixado e uma carroçaria alargada de formato agressivo e musculado. Será alimentado por um motor 100% de 240 cv e será capaz de cuma aceleração dos 0 aos 100 km/h em apenas 5,8 segundos. O modelo fará a sua estreia no mercado em maio de 2025. Depois do Lancia Ypsilon HF, também o Gamma e o Delta terão uma versão HF. A Lancia mostra, também, uma antevisão do Ypsilon Rally4 HF, anunciando o seu regresso aos ralis.