Um trabalho de investigação publicado recentemente no jornal de ciências PLOS aponta para o perigo de conflito entre inteligências artificais programadas, com impacto na utilização de automóveis autónomos. Uma equipa liderada por Milena Tsvetkova, investigadora no Instituto da Internet da Universidade de Oxford, publicou um artigo em que exemplificam as interações sociais de bots da Wikipedia, notando que evoluem para conflitos constantes.

Os bots da Wikipedia são scripts automáticos que detetam erros comuns e muitas vezes inócuos, como frases que terminam sem pontos finais, ou correções em templates. No entanto, nas suas funções pré-programadas, acontecem por vezes conflitos, que degeneram por vezes em guerras de reversão. Estas são comuns em humanos com opiniões diferentes sobre conteúdos, revertendo a uma versão anterior da página.

O trabalho de Tsvetkova e da sua equipa incide pouco noutras áreas, mas o seu impacto em automóveis autónomos e noutros tipos de inteligência artificial é mencionado no preâmbulo. A sua inspiração foi um estudo de 2011 da Universidade Cornell, em que duas inteligências artificiais começaram a discutir com algum afinco.

Se as inteligências artificiais podem entrar em conflito, poderão causar acidentes em veículos, potencialmente resultando em vítimas mortais. Embora não haja grande risco de carros autónomos sofrerem de road rage, exemplos de conflitos entre inteligências artificiais de veículos já foram demonstrados pela Moral Machine, um estudo do MIT.