A colonização do planeta Marte por humanos está cada vez mais perto da realidade, agora que a NASA testou um novo tipo de propulsor que promete ser rápido, seguro e eficiente. Chamado X3, foi desenvolvido em conjunto com a Universidade de Michigan e testado durante 25 dias no Centro de Pesquisas Glenn da NASA, onde já estabeleceu novos recordes.

O X3 é um propulsor do tipo Hall, que utiliza campos elétricos e magnéticos para ionizar o gás xénon. Este gás ionizado é depois expelido de forma a produzir impulso, de uma forma muito mais segura e eficiente que um foguetão tradicional. A desvantagem é que é lento a gerar aceleração, mas quando estiver no espaço isso não será um obstáculo, e será suficiente para o transporte de cargas para Marte.

Durante os testes, o X3 já conseguiu gerar mais força, potência e corrente que outros sistemas do género que estão a ser desenvolvidos. Apesar disso, os testes foram lentos, já que o processo de ionização necessita de 20 horas antes de começar a gerar impulso, e qualquer avaria obrigava a iniciar o processo do princípio. Mas como os testes foram animadores, o objetivo em 2018 é colocar o motor a funcionar durante 100 horas consecutivas. Se passar à produção, e está em boa posição para isso, deverá ser construído na Aerojet Rocketdyne.